Antioxidante, o que é? Funções, tipos e curiosidades

Você sabe o que é um antioxidante? Podemos defini-lo, de forma simplificada, como uma molécula que atua contra a ação dos radicais livres. Portanto, é responsável por remediar ou impedir que aconteça a oxidação das células, evitando assim que as mesmas causem possíveis danos à saúde ou o envelhecimento precoce.

É importante lembrar que atualmente, devido ao grande consumo de alimentos com aditivos químicos e exposição ao estresse, a consumição de alimentos ricos em antioxidantes se torna cada vez mais necessária. Aliás, esses são dois principais fatores que contribuem para a oxidação das células.

Então, ficou curioso(a) para saber como o antioxidante age em nosso organismo? Quais seus tipos, funções e em que alimentos podemos encontrá-lo? Então, continue sua leitura que nós, da Àrea de Mulher, iremos te explicar tudo sobre.

O que é o Antioxidante?

Antioxidante, o que é? Funções, tipos e curiosidades
Chuva de ideias

Antioxidantes são substâncias presentes no nosso organismo e em alimentos, que tem como papel principal proteger as células sadias contra a ação oxidante dos radicais livres.

Mas afinal, o que são os radicais livres? Pode-se defini-los como átomos de oxigênio, que são liberados na respiração ou no momento que o alimento é corrompido nas células para produção de energia.

Quando em excesso no organismo, os radicais livres podem causar alterações nas membranas celulares, modificação do DNA e envelhecimento. Seu aumento pode ocorrer devido ao ato de fumar, excesso de bebida alcoólica, consumo de alimentos com aditivos químicos, etc.

Principais funções:

  • Antioxidantes neutralizam a ação dos radicais livres;
  • Previnem o estresse oxidativo;
  • É anti-inflamatório;
  • Antioxidante contribui para a saúde da pele e rejuvenescimento;
  • Auxilia na proteção contra o dano solar;
  • Ajudam na prevenção de doenças cardíacas.

Tipos de antioxidantes do sistema não-enzimático:

Antioxidante, o que é? Funções, tipos e curiosidades
Imeb

Beta-caroteno e licopeno: São corantes naturais presentes nas frutas e vegetais, associados à prevenção de carcinogênese e aterogênese, pois protegem as células como, por exemplo, os lipídios, proteínas e DNA de sofrerem oxidação. Além disso, são precursores da vitamina A.

Flavanoides: conjunto de substâncias produzidas pelos vegetais para colaborar na proteção contra a radiação solar e combater organismos patógenos.

Vitamina A (retinol): Capaz de se combinar aos radicais livres, antes que os mesmos provoquem lesões no organismo.

Vitamina C (ácido ascórbico): Capaz de combater radicais livres em meio aquoso, como o que existe no interior da célula.

Cobre: Influência na ação da enzima superóxido dismutase, portanto, é essencial para o bom funcionamento do sistema de auto defesa endógeno.

Zinco: Assim como o cobre, atua na enzima superóxido dismutase.

Vitamina E (tocoferóis): Solúvel em gordura, portanto, atua na proteção das membranas celulares (formadas por lipídios, da ação dos radicais livres. Além disso, protege as lipoproteínas, que atuam no transporte do colesterol.

Glutationa: Considera o antioxidante mais poderoso do organismo, a glutationa tem capacidade de potencializar a ação de antioxidantes como, por exemplo, vitaminas C e E, coenzima Q10 e ácido alfalipóico.

Lista de alimentos ricos em antioxidantes

Natural Herb (Astaxantina)

Cúrcuma: Também conhecida como açafrão da terra, a cúrcuma é rica em antioxidantes que auxiliam na prevenção de doenças cardiovasculares.

Cacau: Rico em substâncias que contribuem para a saúde do coração e para a circulação (polifenóis).

Cenoura: Fonte de betacaroteno, a cenoura atua na prevenção de doenças, como, por exemplo, degeneração macular, catarata e cegueira.

Chá verde: Auxilia a evitar danos celulares que promovem o desenvolvimento de tumores.
Linhaça: Apresenta antioxidantes que reforçam o sistema imunológico. Portanto, diminui as chances do aparecimento de doenças em geral.

Óleo de coco: Rico em vitamina E, o óleo de coco é essencial contra o envelhecimento das células. Além disso, ajuda na prevenção de doenças cardiovasculares.

Frutas vermelhas: Cereja, morango, framboesa e mirtilo são frutas ricas em protoantocianidina, antioxidante que fortalece os vasos sanguíneos e linfáticos. Portanto, melhora a circulação.

Tomate: Rico em licopeno, o tomate reduz o risco do desenvolvimento de câncer de próstata, pulmão e estômago.

Alho: Ajuda a reduzir a pressão arterial e diminuir a taxa de colesterol ruim e aumentar os níveis de colesterol bom.

Astaxantina: Considerada o antioxidante mais poderoso do mundo, a astaxantina atua na eliminação de radicais livres, sem nenhum efeito negativo ou atividade pró-oxidante.

Curiosidades sobre: Mito ou verdade?

Eycle

Radicais livres são vilões? Mito! Radicais desempenham funções metabólicas essenciais, como, por exemplo, converter os nutrientes dos alimentos em energia. No entanto, devem ter níveis normais no organismo.

Alimentação auxilia no estresse oxidativo? Verdade! Quando indevida, a dieta pode atuar como pró-oxidante, favorecendo assim, o estresse oxidativo. No entanto, por outro lado, uma alimentação com porções adequadas de vegetais e frutas, ajudam a neutralizar a ação dos radicais livres.

O estresse oxidativo causa o desenvolvimento de doenças? Verdade! O desequilíbrio entre radicais livres e antioxidantes, podem causar uma inflamação crônica no organismo que é responsável por doenças como, por exemplo, a obesidade, artrite reumatoide, câncer e diabetes mellitus tipo 2.

Existem suplementos ricos em antioxidantes? Verdade! Algumas suplementações possuem em sua composição compostos bioativos com funções antioxidantes. No entanto, devem ser consumidos apenas com a prescrição de um profissional.

Quanto mais antioxidante melhor? Mito! Aliás, os radicais livres têm papéis importantes a cumprir no organismo.

Todo antioxidante é igual? Mito! Cada um tem uma função no funcionamento do nosso organismo.

Alimentos perdem antioxidantes quando cozidos? Verdade! No entanto, tudo depende do tipo de comida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *