Digital Influencer: O Que Fazer Para Se Tornar Um Em 2021

A carreira de digital influencer é o novo atalho para o sucesso na internet.

Hoje, você não precisa mais de grandes mídias para alcançar a fama: basta um canal no YouTube ou perfil no Instagram.

A maioria dos influenciadores digitais começou produzindo seus vídeos e posts sem muitas pretensões e agora atrai milhões de seguidores em suas mídias sociais.

Com certeza, você já assistiu a um vídeo do Whindersson Nunes ou do Felipe Neto ou se deparou com nomes como Gabriela Pugliesi e Hugo Gloss.

Essas pessoas saíram do anonimato e ganharam as multidões online, inspirando comportamentos, estilos de vida e hábitos de consumo.

E claro, chamaram a atenção das grandes marcas e reverteram sua influência em altos ganhos com publicidade.

Você pode seguir esse mesmo caminho: basta uma câmera, uma conexão à internet e ideias autênticas.

Então, será que você leva jeito para digital influencer?

Vamos descobrir juntos, mergulhando nesse universo de webcelebridades.

Até o final do texto, você saberá o suficiente para decidir.

Antes de continuar, se você quer aumentar sua vendas e saber quais são as melhores estratégias para promover seu negócio online, clique aqui para conhecer a Agência Fox Brasil

O que é um digital influencer?

ilustraçao da plataforma youtube com profissional da area

Digital influencer é um formador de opinião digital que influencia milhares de seguidores por meio do conteúdo publicado em redes sociais.

Podemos dizer que o influenciador digital é uma evolução do conceito de “webcelebridade”, que representa indivíduos que saíram do anonimato e ganharam relevância e credibilidade na internet.

Mas o universo digital influencer é mais amplo, pois mesmo as pessoas que já são famosas na TV, cinema e outros meios podem se tornar influenciadoras digitais.

Essas pessoas têm perfis famosos no Facebook, YouTube e Instagram e são capazes de inspirar tendências, criar hábitos e ditar comportamentos para seu público.

Como consequência, conseguem monetizar essa influência e fechar parcerias com marcas que se alinham ao seu nicho de mercado.

Logo, o digital influencer não é apenas um produtor de conteúdo em busca de fama, mas também um empreendedor digital por excelência.

A opinião dos famosos sempre pesou no comportamento e hábitos de consumo do público, mas as mídias sociais elevaram esse poder a um novo patamar.

A ascensão dos influenciadores também alavancou o marketing de influência, que usa o poder dessas personalidades digitais para impactar a decisão de compra do público-alvo.

A tática é simples: as empresas passaram a engajar os digital influencers para compartilharem experiências e benefícios dos produtos e serviços com seus seguidores.

Assim, toda a confiança que o público tem no influenciador é transferida automaticamente para a marca, funcionando como um marketing de referência em massa.

E, como já sabemos muito bem, o marketing mais poderoso continua sendo a indicação de pessoas consideradas próximas.

Essa é a mágica do digital influencer: criar uma proximidade insuperável com seus seguidores, fazendo com que seus conselhos soem como o de um amigo ou familiar.

Não à toa, 70% dos jovens confiam muito mais nos influenciadores digitais do que nas celebridades tradicionais, segundo uma pesquisa do Google publicada em 2016.

Enquanto isso, a indústria do marketing de influenciadores deve superar os US$ 10 bilhões até 2020, de acordo com a previsão da AdWeek.

Please follow and like us:

Deixe uma resposta