Salto de crescimento dos bebês, o que é? Fases e tempo de duração

Salto de crescimento dos bebês, o que é? Fases e tempo de duração

22 de novembro de 2020 0 Por FB

Com o desenvolvimento acelerado, entender sobre o salto de crescimento nesta fase pode fazer toda a diferença.

Nem sempre quando o bebê esta inquieto, com crises de choro ou dificuldade para dormir é sinal de algo grave.

Os pulos de desenvolvimento dão início nas primeiras semanas após o nascimento do bebê e acontecem devido o desenvolvimento neurológico, motor, cognitivo social ou de linguagem, que é basicamente aprender a segurar, falar, rolar, engatinhar ou andar.

Cada criança possui seu tempo de desenvolvimento e é importante respeitar e entender cada fase.

salto de crescimento
bebê negra sorrindo – Fonte: Pexels

O que é o salto de crescimento?

Os saltos basicamente são uma forma de classificar para entender as reações do desenvolvimento de uma criança.

A cada dia novas habilidades são conquistadas devido a repetição de movimentos e palavras, já que tudo é novidade e para aprender é preciso repetir para conseguir.

E junto com essas mudanças, sensações e sentimentos diferentes também são vividos e  o bebê não sabe lidar com essas modificações que acontecem repentinamente e se sente perdido, por isso a grande necessidade de se ter sempre por perto seu acalento que é a mãe. 

segurando a mão de um bebê – Fonte: Pexels

Cada fase do salto de crescimento

  • 1 mês
  • 2 meses;
  • 3 meses;
  • 4 meses e meio; 
  • 6 meses;
  • 8 meses e meio;
  • 10 meses;
  • Mais de 1 ano.

Primeiro mês

No 1º mês a visão vai sendo aprimorada e os pais já são reconhecidos com mais nitidez.

Segundo mês

Em seguida no 2º mês o reconhecimento de seus membros como pernas e pé, braços e mãos já são percebidos como parte do seu corpo.

Terceiro mês

No 3º mês vozes são reconhecidas e o bebê consegue enxergar mais longe, além do ganho de peso e centímetros que acontecem em maior quantidade ao longo dos três primeiros meses. 

Quarto mês

Após o 4º mês, o ganho de peso diminui e os pulos de desenvolvimento acontecem com um espaçamento maior entre eles, este por exemplo, é um dos maiores saltos no primeiro ano de vida, já que o bebê começa a realizar muitas coisas ao mesmo tempo.

Sexto mês

O 6º mês chega e com ele o bebê pode começar a sentar sem apoio, sua percepção que antes era como se a mãe e o bebê fossem uma só pessoa desaparece e ele começa a entender que são indivíduos diferentes e separados.

Chorar ao ser pego no colo ou por ser tocado por pessoas que não estão incluídas em sua rotina, também faz parte desta fase.

Oitavo mês

Já no 8º mês o bebê já engatinha ou começa nesta fase, estão mais ativos e com isso repetem sons e gestos que aprendem com seus pais, além de diferenciar objetos e alimentos.

Décimo mês

Em seguida o próximo salto que chega ao 10º mês é possível um maior entendimento sobre as experiências em torno de sua rotina, como por exemplo, a meia é de se colocar nos pés ou o carrinho que é de passear.

Apontar para os objetos que se deseja pegar, pedir comida ou o famoso mama também são evoluções deste salto.

Décimo segundo mês

E por último o salto do 12º mês que é um dos mais importantes, onde geralmente se aprende a andar, falar mais palavras e “desenhar”, além de entender a funcionalidade de seus brinquedos.

salto de crescimento
mãos de bebê brincando com brinquedos coloridos – Fonte: Pexels

Como o ambiente influencia este momento?

Certamente o lugar onde a criança vive altera de forma significativa cada fase do desenvolvimento de uma forma única. Já que pessoas, sons, cores, objetos, rotina e experiências vividas neste período da vida possui influência na sua trajetória de aprendizagem.

Por isso um ambiente limpo, saudável e cheio de estímulos é essencial para que todo bebê em qualquer fase de seu crescimento e principalmente durante as fases mais difíceis, tenha um ambiente calmo e tranquilo.

mãe acalmando bebê ao ar livre – Fonte: Pexels

Como saber se meu filho está passando por um salto de crescimento?

  • É possível que nesta fase o bebê acorde algumas vezes durante a noite ou o dia, queira tirar mais sonecas do que o de costume, ou então dormir muito menos durante a noite ou o dia.
  • Chora mais vezes e quer sempre estar no colo ou aconchegado pelos pais. 
  • Tem mais fome, já que neste período é onde eles mais crescem e por isso a necessidade de mamar mais vezes. 
  • De um dia para o outro começa a realizar ações que antes não fazia, como dar risadas, rolar, segurar os objetos ou passar de uma mão para a outra, sentar sem apoio, engatinhar e até andar.
  • Pedir colo somente dos pais e estranhar pessoas que estão fora de sua vida cotidiana.
salto de crescimento
bebê chorando – Fonte: Pexels

Qual o tempo de duração de cada salto de desenvolvimento?

Cada bebê tem o seu tempo, por exemplo, em alguns bebês o salto de crescimento pode durar uma semana e em outros até seis semanas.

mãe segurando bebê – Fonte: Pexels

O que fazer para seu bebê durante os picos do salto de crescimento?

Todavia, não tem um passo a passo certinho para se seguir na hora de ajudar o bebê na fase do pulo de crescimento mas, dar carinho, atenção, colo, amor e compreensão é essencial para que neste momento ele tenha consolo.

pai brincando com seu bebê enquanto a mãe o segura – Fonte: Pexels

O que os pais precisam entender sobre o salto de crescimento?

Acima de tudo é importante entender que este momento irá passar e tudo voltará a ser como antes. Como resultado disso novas habilidades e progressão que o bebê faz a cada fase irão surgir.

Contudo é muito importante entender que não é birra ou manha e sim um momento difícil pelo qual é necessário o bebê vivenciar. E enquanto isso é necessário o apoio dos pais. 

Enfim, você gostou dessa matéria?

Fontes: Sobre Maternidade, Mães com Ciência.

Fonte de imagens: Pexels, Pexels, Pexels.