Higiene do bebê – 7 coisas que toda mamãe deve saber

Higiene do bebê – 7 coisas que toda mamãe deve saber

20 de novembro de 2020 0 Por FB

Uma das principais preocupações das novas mamães, certamente é como cuidar da higiene do bebê. Alias, é uma obrigação pesada cuidar da limpeza de um ser vivo tão frágil, que depende de você.

Cuidar da higiene do bebê não é simples, muito menos fácil. Isso requer alguns cuidados especiais na hora da limpeza e utilização de produtos específicos para o bebê.   PUBLICIDADE

Pensando nisso, reunimos as principais dúvidas sobre o assunto para ajudar os novos papais. Segura na nossa mão, que o Área de Mulher vai esclarecer tudo sobre a higiene do bebê. Vamos lá!

higiene do bebê
bebê sorrindo sentado em banheira – Fonte: Pexels

Confira 7 esclarecimentos sobre a higiene do bebê

1 – Quais produtos devo usar para a higiene do bebê?  

Antes de mais nada, na hora de decidir o que usar no bebê pode surgir várias dúvidas, já que ele possui uma pele delicada e tem facilidade de ter alergias. Contudo, escolher produtos indicados para recém-nascido e com uma composição mais natural é o ideal.  

bebê de fralda após ser trocado – Fonte: Pexels

2 – Como que frequência devo trocar a fralda do bebê?  

Em primeiro lugar, nos primeiros dias após o nascimento é necessário trocar a fralda de 6 a 8 vezes ao dia. De acordo com a quantidade de mamadas, já deve ser feito sempre após. Por exemplo, tem crianças que sempre faz suas cocô enquanto mama, devido a movimentação do intestino durante a mamada.  

um casal trocando a fralda de coco de um bebê recém-nascido – Fonte: Tua Saúde

3 – O que usar para fazer a higiene do bebê após suas necessidades fisiológicas? 

A princípio, lenços umedecido devem ser evitados para a limpeza do bebê após a troca de fralda. Apesar disso, pode ser usado em situações fora de casa, sempre levando em consideração os que não possuem cheiro.  

higiene do bebê
coto umbilical de um recém-nascido – Fonte: Freepik

4 – O que fazer com o coto umbilical na hora da limpeza do bebê? 

Em primeiro lugar, é necessário entender que enquanto na barriga o bebê é alimentado e recebe sangue pelo cordão umbilical. Ou seja, após seu nascimento ele é cortado e permanece no bebê de 7 a 21 dias.  

Porém, deve ser utilizado álcool 70% sempre após a troca de fralda e banhos.  

higiene do bebê
bebê de costas jogando água para cima na hora da higiene do bebê sentado em bacia azul – Fonte: Unsplash

5 – Qual o melhor horário para cuidar da higiene do bebê?  

O horário para dar banho e cuidar da limpeza do bebê pode variar de acordo com as necessidades do mesmo e da família. Contudo, alguns pais preferem após o almoço, por ser um horário que o clima está mais quente. Ao passo que, outros preferem fazer a higiene do bebê no período da noite, antes de dormir.  

mão adulta segurando uma mão de bebê mostrando suas unhas – Fonte: Pexels

6 – Devo cortar as unhas na hora da limpeza do bebê?  

Nas primeiras semanas de vida a unha do bebê é muito fininha e mole. Nesse sentido, se necessário deve ser cortada delicadamente para evitar machucar o bebê.  

bebê recém-nascido dormindo enrolado em uma manta – Fonte: Unsplash

7 – O que fazer com nariz, orelha e olhos após a higienização? 

Primeiramente, na hora de limpar o ouvido do bebê é necessário ter muito cuidado com a haste flexível, em outras palavras utilize somente a ponta para limpar somente na entrada do ouvido.  

Todavia, as orelhas devem ser secas sempre após o banho para evitar umidade que provoca mau cheiro.  

Por fim, os olhos podem ser limpos com gase ou algodão úmido, sempre de dentro para fora.  

bebê deitado pegando no pé prestando atenção – Fonte: Pexels

Dicas extras

  • Separar a roupa e fralda antecipadamente;
  • Utilizar um termômetro para medir a temperatura da água;
  • Escolher toalhas macias;
  • Utilizar tamanho de fralda adequado para o tamanho e peso do bebê;
  • Não colocar de uma vez dentro da banheira na hora da higiene do bebê, pois ele pode assustar; 
  • Fechar janelas e portas para evitar ventilação fria após sair da banheira na hora da limpeza do bebê;
  • Por fim, não usar produtos que não seja indicado para a limpeza de bebê. 

Em conclusão, cada família tem uma forma única e especial de cuidar da limpeza do bebê. Portanto, não se prenda a fórmulas prontas e viva cada momento. Em outras palavras, esse momento não irá repetir, aproveite.

Enfim, gostou do artigo?

Fontes:  Trocando Fraldas, Drogaria Santo Remédio.

Fontes de imagem: Pexels, Pexels, Tua Saúde, Freepik, Unsplash, Pexels, Unsplash, Pexels, Pixabay.